O livro Morte e Vida severina, do escritor brasileiro Joo Cabral de Melo Neto, se enquadra entre as obras da literatura regionalista brasileira, tendo sido escrito entre os anos de 1954 e 1955, mesmo ano em que foi publicado. Faz parte da terceira fase do Modernismo, e conta a histria de um retirante nordestino, de nome Severino, que deixa o serto por causa da seca e migra para o litoral